Por que a Tegra?

Passamos a maior parte do tempo em nosso trabalho e devemos fazer dele um ambiente divertido, motivante e, principalmente, um lugar de aprendizado.

Existem formas de avaliarmos a empresa que trabalhamos e eu vou listar alguns pontos que devemos observar.

  • Empresas priorizam a capacidade de produção de um funcionário e o quanto ele é capaz de gerar lucro no final do mês enquanto os funcionários se preocupam em cumprir seu trabalho, receber seu salário e aguardar o mês seguinte. Trabalhar dessa forma vai te trazer riqueza mas não vai te fazer evoluir como pessoa e provavelmente não te fará feliz. Não quero dizer que produtividade e dinheiro não signifiquem para ambas as partes, mas essa não é a única forma que uma empresa diferenciada deve olhar para as pessoas.
  • Quando você olha ao redor e se sente a pior pessoa dentre aquelas que estão ao seu lado significa que você esta no lugar certo. Perceba a oportunidade de aprender com todos e se tornar tão bom quanto eles. Por outro lado quando você olha para o lado e se pergunta por que seu colega de trabalho tem aquela função e salário que você deseja sendo que você agrega muito mais valor para a empresa que ele, pode ser um sinal de que esta na hora de mudança. Empresa que preserva funcionário ruim não consegue segurar os bons.
  • Observar os critérios na hora da contratação de novos profissionais diz muito quais são as perspectivas e qual rumo a empresa quer tomar. Uma empresa diferenciada gasta muito tempo procurando reunir as pessoas certas, se não encontrar simplesmente não contrata e se contratar de forma equivocada corrige isso logo que perceber a falha. Pressa na hora de contratar é um sinal de que a empresa não irá atingir a excelência.
  • Fique atento a postura dos lideres, eles dizem muito sobre a empresa.

(mais…)

Leia Mais

Complexidade em Software

Quando falamos em desenvolvimento de software pensamos muito em usar uma boa tecnologia, escolher o melhor framework, hospedar naquele servidor que é ótimo, desenvolver os melhores algoritmos e acabamos esquecendo de um fator muito importante em todo esse processo que são as pessoas.

Pessoas podem facilmente tornar um software simples e confiável em algo complexo e problemático sem dar conta do que estão fazendo e isso impacta não só o desenvolvimento como também a usabilidade.

Pensando assim levei aos alunos da Fatec Sorocaba no dia 09/10/2014 a palestra Complexidade em Software com o objetivo de mostrar que a forma como trabalhamos com pessoas influencia muito na complexidade e qualidade de um software.

Leia Mais