Equilíbrio e Resultado

Já sentiu-se desmotivado, achando que sua vida não tem sentido e que por mais que você planeje resolver suas pendências no começo do dia, você acaba com ainda mais pendências e sem ter resolvido todas as anteriores? Se sua resposta for sim, este resumo é escrito para você.

Este resumo foi feito em referencia ao livro Equilibrio e Resultado, escrito por Christian Barbosa, que devido a grande pressão do trabalho e estresse precoce teve grandes impactos em sua saúde, o que fez ele repensar sobre a necessidade da gestão do tempo.

 

Livro Equilibrio e Resultado

 

Matriz da Vida

Christian traz o conceito da Matriz da Vida que classifica as pessoas em relação ao seu uso do tempo em 4 quadrantes:

Matriz da Vida

1) Alto Equilibrio, Baixo Resultado:
2) Baixo Equilibrio, Baixo Resultado
3) Baixo Equilibrio, Alto Resultado
4) Alto Equilibrio, Alto Resultado

Você pode fazer um teste para saber em qual quadrante se encaixa em www.christianbarbosa.com.br/matriz

1) O Conformado:
Fabíola é uma musicista e mãe de dois filhos. Ela sempre se dedicou ao piano e ao violino. Aos 22 anos, conseguiu uma vaga de pianista numa escola de balé em São Paulo, onde trabalha meio período de segunda a sábado nos últimos seis anos. Reserva as tardes para ler, exercitar música, ver filmes, passear no parque, bater papo ou correr. O que ela ganha é suficiente para prover suas despesas, sem qualquer sobra. Não tem poupança, previdência ou qualquer outra contingência.

Namora Diogo há 3 anos e ambos pensam em alugar um apartamento juntos em breve. Ao ser questionada se ela sentia falta de algo ela responde:
“Claro, sou feliz com tudo o que sou.”

Ao ser questionada se ela deixou algum sonho para trás, ela respondeu:
“Sim! Eu queria muito ser musicista de uma grande filarmônica, batalhar por uma bolsa, ser parte de algo grandioso, ganhar dinheiro com isso, viajar pelo mundo e conhecer outras culturas, mas não foi desta vez.”

Fabíola é uma pessoa conformada. Não tem qualquer ambição de metas. É um jeito de se viver, talvez não o melhor mas sem dúvida uma opção a ser considerada.

2) Perdido
Rafael é um representante farmacêutico há 5 anos e pai de duas meninas. Sua esposa é bancária. Começou um MBA em gestão empresarial e sente que sua vida passa por um momento estranho, sentindo-se perdido no meio de tanta coisa, deixando a saúde e família para terceiro plano.

Ele levanta cedo e passa o dia todo em visitas. Quando sai de casa as filhas estão dormindo, quando volta vai ao computador responder e-mails e tarefas do trabalho. Quando percebe está no Facebook, Youtube, jogando ou estudando para o MBA.

Seu tempo com a família praticamente não existe e não tem perspectiva de mudar isto. Por isto seu casamento está em crise. Comprou um apartamento mas está passando muita dificuldade para pagá-lo. Não sobra nada para lazer e investimentos, o que o estressa muito, afetando inclusive sua saúde, de acordo com seus últimos exames.

Ele não sabe como sair desta situação, sem rumo quanto a sua carreira e com sérias chances de perder sua família.

Este é o caso de milhares de pessoas e ficar muito tempo nesta situação é jogar a vida ao vento. Se você também está assim, precisa aplicar um novo modelo mental em sua vida e exigir de si mesmo pequenas mudanças a cada semana.

3) Estressado
Carlos tem 37 anos, cheio de energia, ambicioso e inteligente. Aos 15 anos foi estudar nos Estados Unidos e ao retornar ao Brasil conseguiu colocação em um prestigiado banco de investimentos de São Paulo.

Aos 26 anos já tinha estabilidade financeira. Sempre aproveitando muito disto: viajando por muitos países e colecionando carros, além de roupas de altíssima qualidade.

Aos 31 anos, casou-se com uma advogada e mora atualmente em um luxuoso apartamento em zona nobre da capital.

Concluiu no último ano um MBA e com isto obteve um cargo de diretor e ainda menos tempo para a família. Trabalha cerca de 14 horas por dia, alimenta-se mal e chega esgotado em casa ao ponto de não conseguir sequer estabelecer um diálogo com a esposa e sua filha, pois ainda precisa estar antenado, ouvindo todas notícias de mercado, revisando algumas apresentações para o próximo dia e se tudo der certo indo dormir as 2 horas da manhã.

Ao ser questionado sobre sentir-se infeliz com sua vida atual, ele responde que não, pois a grande carga de trabalho tem como objetivo prover à família e que “o amor entende este momento de crescimento”. Em contrapartida, ao questionar sua esposa, ela reclamou bastante e acha que não é necessário tanto.

Muitas pessoas encontram-se como Carlos e aceitam esta sobrecarga de trabalho e de certa forma está feliz com isto. O que é necessário perceber é que esta forma de vida não é sustentável e tem grandes impactos na família, saúde e qualidade de vida.

Este quadrante é muito sorrateiro pois ele rouba a vida aos poucos e vai dando “brindes”, enquanto lhes tira a “essência” do dia a dia. Este quadrante é uma grande ilusão.

4) Realizador
Celso Cintra preside uma industria farmacêutica suíça chamada Sigvaris, estudou medicina e especializou-se na França. Ao descobrir que seria pai, entre e a carreira e a família optou pela família, voltando a residir no Brasil. Aqui, foi plantonista de PS pediátrico em Itaquera e aos poucos foi ganhando espaços, sendo coordenador, chefe de plantão até atingir o cargo de diretor hospitalar. Em paralelo dedicou-se a área privada e em um dado instante teve que decidir em atuar somente como administrador.

Uma indústria farmacêutica o contratou para fazer desenvolvimento de negócios. Trabalhei nos Estados Unidos porém recebeu o convite da Sigvaris para mudar a cara do negócio no Brasil, um grande desafio que lhe deu a oportunidade de voltar ao Brasil.

Sua esposa é psicóloga e estão casados há 25 anos. Têm 2 filhos e 3 lavradores. Sempre foi um pai exigente, buscando ser exemplo e tendo um bom convívio familiar, estabelecendo valores de respeito e amor. Busca sempre ter equilíbrio no que faz: lê, pratica atividades físicas, assiste filmes, pesca. Busca sempre namorar sua mulher para fortalecer seu relacionamento.

Busca sempre o autoconhecimento e tendo como prioridade aquilo que de fato importa, evitando as ilusões que arrastam neste mundo.

Problemas e dificuldades todo mundo tem. Vida é imprevisível e inconstante. Errar e perder é inevitável. O segredo está em como nos relacionamos com isto.

Como conseguir atingir o quadrante 4

Mudar seu mindset no seu dia a dia, ou seja, gerenciar a forma como nosso cérebro atua em nosso cotidiano.

1) Selecione suas idéias: no multidão de idéias que nosso cérebro produz a cada instante, dar atenção àquelas que de fato são importante, não perdendo o foco nas coisas que somente consomem nosso equilíbrio sem nos dar resultado

2) Execução: ser capaz de fazer as coisas acontecerem. Materializar o que era somente uma idéia

3) Procrastinção: vencer a preguiça e superar qualquer impedimento que surgir

E como fazer isto?

– Cuide de saúde: alimentação adequada, exames periódicos, atividades física e principalmente uma boa noite de sono
– Estabeleça metas tangíveis
– Acabe com o excesso de informações em sua mente

Itens que devem ser combatidos
– Falta de clareza do que realmente é importante: sem metas fica difícil definir o que deve ou não ser feito
– Excesso de informações: bombardeio de notícias, informações, posts, emails devem ser evitados estabelecendo períodos do dia para isto
– Ansiedade: situações de urgência não podem ser planejadas mas grande parte do dia sim, desta forma separe 20% do seu dia para urgências e planeje o restante
– Metas intangíveis: comece com metas pequenas mas realmente as execute. Naturalmente você irá buscar metas mais desafiadoras

E como estabelecer metas?
– Escreva suas idéias: o exercício de tirar sua idéia da mente e colocar no papel por si só já é uma forma de diminuir excesso de informações
– Separe suas idéias em equilíbrio e resultado: idéias de equilíbrio (tempo para a família, melhorar a saúde, descobrir seus hobbies, etc.). idéias de resultado (falar inglês fluente, terminar um MBA em gestão, viajar para a Disney, etc.)
– Defina o que é prioritário: classifique suas idéias de acordo com sua Necessidade, Viabilidade e Paixão, dando pesos para estas classificações

– Filtre de forma racional e emocional: Com a tabela preenchida e o devido peso atribuído é o momento da seleção final. Pegue as duas metas mais prioritárias e estabeleça prazo para que elas sejam executadas.

Tabela de prioridades

E como executar metas?
– Crie monoideias: Quebre suas metas em tarefas que possam ser executadas em até 3 horas.
– Tarefas devem ser executáveis: tarefas contempláveis são aquelas que são muito genéricas luto muito grandes
– Monitore suas tarefas: estabelecida as tarefas e suas datas de execução, analise se elas estão de fato acontecendo

Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer
– Falta de tempo
– Cérebro não treinado
– Falta de energia
– Medo
– Auto sabotagem
– Preguiça

E como driblar os impedimentos?
– Bloqueie um tempo na agenda: estabeleça data e hora para que a tarefa seja realizada
– Crie um ritual de execução que facilite a execução: se você se inspira mais para leitura cedo, coloque como primeira tarefa do dia, tarefas relacionadas a leitura
– Listar os pontos positivos e negativos de se fazer aquela tarefa ou atingir aquela meta: estabelecer um motivo maior para que a tarefa seja feita
– Crie fatores de incentivo: fotos, mensagens, compromissos com outras pessoas, etc.

NÃO ESPERE O MOMENTO IDEAL POIS ELE NUNCA VAI EXISTIR

William Polis

Com mais de 10 anos de experiência em diversos papéis de TI e um ótimo histórico de sucesso na execução de projetos nos mais diversos tipos de mercado (industrial, logístico, atacado, varejo, militar, etc.) e em diferentes portes de empresa (nacionais e multinacionais). Mestrando pela Ufscar, possui foco em inovação com mobilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>